segunda-feira, 16 de novembro de 2009

UMA PEQUENA, MAS SINCERA HOMENAGEM



Boa tarde a todos.
Este final de semana apesar de ter na agenda a corrida no Pacaembu o circuito Caixa, optei por ficar em casa e descansar, dia 22 farei a Maratona de Curitiba que é muito pesada, por isso um descanso é sempre bom.

Vou aproveitar e passar neste blog uma lição de perseverança e determinação.
No dia 08/03/2009 aconteceu um acidente muito grave com uma pessoa muito querida e a quem respeito, é parceiro de corrida.
Tinha acabado de fazer a Meia Maratona de São Paulo quando recebi o telefonema do meu irmão Edson, dizendo que o meu cunhado havia sofrido um acidente muito grave, mas não deu detalhes.
Na época ele morava em São Bernardo do Campo, não vou me alongar nos detalhes, cheguei ao hospital estava deitado em uma maca, cheio de escoriações, e pior havia quebrado a Tíbia, famosa canela, teria que passar por cirurgia e até então não sabíamos o grau de comprometimento, passaram os dias, feita a cirurgia, viria os momentos difíceis no qual requer muita paciência para poder ter uma recuperação plena.
Quem esta acostumado a correr, inclusive maratonas, a coisa fica difícil, varias vezes fui visitá-lo, e sentia um aperto no coração, afinal eu me colocava no lugar dele.
A minha irmã foi uma verdadeira guerreira, é uma mulher de fibra, e muitas vezes em que o baixo astral tomava conta, lá vinha ela com uma palavra de apoio ou muitas vezes um tapa na mesa.
O tempo passou, a familia sempre apoiando, em especial meu querido irmão Rodrigo, uma coisa que só DEUS pode explicar. O Rodrigo também um corredor, tinha um problema muito grave no joelho, teve que fazer uma cirurgia e advinha quem se prontificou a ajudá-lo, levando-o ao médico e a sessões de fisioterapia, isso mesmo o Dídimo, depois de um tempo a coisa se inverteu, vem de encontro aquele velho ditado: "Uma mão lava a outra".
Pois é, o Rodrigão tratou de ajudá-lo em tudo que fosse possível, foi um verdadeiro amigo. Depois o Didimo mudou para Indaítuba, nesta mudança entrou em ação o Edson, que procurou a ajudá-lo, em tudo que fosse possível.
É um resumo, é claro que muitas outras coisas aconteceram, mas não é este o foco do BLOG.

O foco é o "RETORNO"
Isso mesmo ele tirou a "gaiola" que fazia a fixação dos ossos e voltou aos treinos.
Cheio de planos quer voltar a fazer as corridas, está bem focado, sabe que terá que recomeçar, foi um ano difícil, mas tenho certeza que acima de tudo um ano de aprendizado, não só para ele, mas para todos que estiveram ao seu lado.
Ele começou os treinamentos o sonho dele será correr a São Silvestre, muitos familiares correrão ao seu lado, inclusive este que vos escreve, sem tempo, sem pressa, chegaremos todos atrás dele, não importa quanto tempo demore, combinamos de ficarmos juntos, haverá varias surpresas, não posso contar, mas tenho certeza que o deixará muito feliz.
Independente da São Silvestre ele é um vencedor por sua raça, perseverança, determinação, é uma pessoa que todos admiram e respeitam.

É uma pequena homenagem que faço a você meu querido amigo, espero que seja muito feliz na sua volta, e tenho certeza que virão muitas corridas pela frente.
Esta homenagem que fiz ao meu cunhado que se estenda a todos que de alguma maneira venceram as adversidades, lutaram, não se entregaram, e sirva para aqueles que estão passando por momentos difíceis, não se entreguem, lutem, de uma maneira o de outra vencerão.
Antes de encerrar deixarei uma mensagem, leiam com atenção e reflitam.

"Dois importantes fatos, nesta vida, saltam aos olhos; primeiro, que cada um de nós sofre inevitavelmente derrotas temporárias, de formas diferentes, nas ocasiões mais diversas.
Segundo, que cada adversidade tráz consigo a semente de um benefício equivalente. Ainda não encontrei homem algum bem-sucedido na vida que não houvesse antes sofrido derrotas temporárias. Toda vez que um homem supera os reveses, torna-se mental e espiritualmente mais forte... É assim que aprendemos o que devemos à grande lição da adversidade.

abração a todos.

PRÓXIMO TIRO: MARATONA DE CURITIBA 42KM 22/11/2009 - ATÉ LÁ

2 comentários:

Dudao disse...

Obrigado meu tio querido pela linda homenagem ao meu pai... Gostaria de aproveitar e primeiramente agradecer a Deus por estar sempre de nosso lado e fazer desse ocorrido uma verdadeira lição (como brilhantemente narrado pelo Edmilson), e em segundo gostaria de agradecer novamente a todos os familiares, amigos, irmaos, etc. que de alguma forma mandaram vibrações positivas para meu pai... e que sem duvida nenhuma colaborou muito para sua recuperação...OBRIGADO!!! Fiquem com Deus!!!

Anônimo disse...

la meu amigo edmilsom e muito bom saber que o didinho esta bem ele e uma pessoa muito boa ja estive com ele e ele me deu bons conselhos de corrida e muito gratificande meus parabens didinho (junior)