segunda-feira, 16 de março de 2009

18 KM DE PARATY






Bom dia a todos.

Estava procurando uma definição para este final semana, e achei alguns:

MARAVILHOSO, MAGNÍFICO, FANTÁSTICO,

E COMO A CLEIDE DIZ: "UMA DELÍCIA".

Este final de semana estive com a Cleide na cidade de Paraty, para participarmos da corrida de 18 Km, ela é feita na estrada Rio - Santos com a chegada na cidade.
Nos encontramos na estação Vergueiro do Metro, Eu, Cleide, Lú, Jô, Eva e o Edmilton.
Foram contratados 3 ônibus, a Tavares quem estava organizando tudo. Como tinha muito trânsito e chuva na noite de sexta, demoramos um pouco para sairmos de São Paulo, mais ou menos as 20:30hs, chegamos na cidade de Paraty por volta das 03:00hs, nós ja sabíamos em que apto ficaríamos, então foi chegar tomar um banho e dormir, pois o sábado seria bem agitado.
Acordamos no sábado por volta das 08:00hs com nossas amigas Lú e Eva batendo a nossa porta, tomamos um bom café e fomos comprar umas cervejinhas, pois iriamos fazer um passeio de Escuna.
Feito as "compras", fomos para o cais, e embarcar na escuna, começamos o passeio por ilhas que cercam a cidade, estou deixando um link para quem quiser conhecer um pouquinho mais da cidade, hhttp://www.fastboat.com.br/pages/paraty.php .
O passeio seria até as 17:00hs, com direito a paradas e mergulhos em alto mar, foi realmente maravilhoso, a embarcação parava a uma determinada distância e você poderia nadar até a praia, algumas pessoas que não sabiam nadar, um bote a remo transportava até a praia, sem problemas. Mas vou falar uma coisa, estou acostumado a nadar em piscina, se caso bater o cansaço você pode colocar as mãos na borda e descansar, no mar a coisa é diferente, primeiro pensei que estivesse perto da praia, comecei a nadar e cadê a praia? o cansaço começou a ficar mais forte, se a pessoa entrar em pânico morre com certeza, aquela frase me veio a cabeça: "só morre afogado quem sabe nadar", procurei manter-me calmo até chegar na praia, as profundidades variam conforme o local, mas a média era de 10 metros, ou seja, se vacilar morre mesmo.
Passado o susto aluguei uma mascara para poder visualizar o fundo, muitos peixes e a cor da água é algo de fantástico. Passamos por varias ilhas, onde tinham pedras, o Edmilton acabou ralando o joelho, elas parecem facas, não pode bobear, até a Cleide que não sabe nadar pegou um macarrão(tipo uma bóia) e nadou até a margem, uma profundidade de 15 metros, ficou muito feliz com o feito.
Assim foi o sábado, um dia simplesmente divino, falei com Eva o seguinte: "Esta corrida foi a melhor da minha vida" e olha que eu nem havia feito a corrida ainda e ja estava sendo a melhor. Jantamos com os amigos a noite em restaurante simples, mas bem aconchegante, conversamos bastante e assim o dia acabou e fomos dormir, por que domingo era o dia de encarar a Rio - Santos.
No acordamos por volta das 05:30, o café seria servidos a partir das 06:00hs, encontramos nossos amigos, cada um com uma tática para corrida, as nossas "Repórteres Lú e Jô ja estavam apostas cedo com suas maquinas, para não perder nenhum lance.
Os ônibus da Tavares levariam os atletas até o local da partida, e assim formos em uma viagem bem descontraída e tranqüila pela Rio - Santos, observávamos os pontos difíceis da corrida, onde deveríamos maneirar e onde poderíamos tentar baixar o tempo, cada um ja tinha na cabeça o tempo que tentariam fazer, o meu seria por volta de 1:35 á 1:40hs.
Chegamos ao local da prova, o tempo estava abafado, mas não ensolarado o que era um alívio, foi dada a largada exatamente as 08:30hs, começamos em uma descida, o que serviu como aquecimento, em virtude de ter nadado no dia anterior eu e a Cleide estávamos meio "duros", até o corpo se soltar, leva tempo.
Comecei como sempre faço devagar dando tempo ao corpo, e ganhando velocidade conforme ele vai "esquentando", não sei se estava bem preparado, mas estava esperando uma prova mais dura, ja que as subidas e descidas são bem longas, mas até que estava me saindo muito bem, até o km 10, onde tive que dar uma parada para o ja famoso PIT STOP, procurei fazer uma prova olhando para o relógio e ver como estava em determinado KM, cheguei nos 5km com 27, nos 10km com 55, nos 15km com 1:24 e nos 16km que na Meia de São Paulo estava com 1:33, cheguei com 1:30hs, ou seja estava super bem.
Depois do km 12 começa uma descida de mais ou menos 5km, não é fácil, não tenho o hábito de treinar descida, o que vou corrigir a partir de hoje, pois fez muita falta este tipo de treinamento, como é muito longa a descida comecei a sentir a panturrilha direita por causa do tamanho esforço a Cleide fui saber mais tarde, estava com as pontas dos pés doendo muito, o Edmilton com uma bela bolha no pé direito. Depois do km 16 o percurso vira uma reta que vai até a linha de chegada, você visualiza a cidade de Paraty e corre de encontro a ela, pois a chegada fica bem na entrada da cidade, muito legal, acabei a prova com 1:40hs, apesar da parada, fiquei contente com a performance, fiquei dentro do planejado.

Gostaria agradecer a Lú, Cleide, Jô, Eva, Edmilton por estarem comigo neste que posso falar com certeza foi um dos mais belos finais de semana da minha vida, foi um grande prazer estar na companhia de vocês.

Parabéns para a nossa amiga Eva que conseguiu o quinto lugar e como sempre recebeu o seu Troféu.


Parabéns a Jô e a Lú que apesar de não correrem, nos brindaram com suas presenças, e nos deram a maior força, fora é logico o trabalho fantástico de fotógrafas.


Parabéns para o Edmilton que mesmo com super bolha no pé não desistiu e chegou até o fim da prova e com um tempo muito bom, 1:43hs.


Parabéns a Cleide, que é a minha companheira de corrida e esta cada vez evoluindo mais, fora aturar este que vos fala.



E Agradeço a DEUS por me proporcionar um final de semana inesquecível.




ABRAÇÃO A TODOS.

PRÓXIMO TIRO; TREINO DO CAPÃO REDONDO ATÉ SÃO BERNARDO DO CAMPO 22/03/2009, MAIS OU MENOS 35KM.(FAREI UMA VISITA AO DIDIMO QUE ESTA SE RECUPERANDO). ATÉ LÁ

2 comentários:

cleidi disse...

Foi super legal nosso fiom de semana,sem sombra de dúvida nossa melhor corrida,companhia muito agradável de nossos amigos, e nadar em alto mar foi a melhor façanha de nossas vidas, foi uma delííícííía!!!!!!

Anônimo disse...

maravilhoso voceis estao de parabens estou falando todos corredores e fotografos (junior)